25 de fevereiro de 2012

Testei e aprovei_Avon Maquiagem

Entrei na onda dos posts com testes de produtos. E como sou revendedora dos produtos Avon, nada mais lógico que eu teste o que estou oferecendo não é!
Este mês encomendei três lançamentos de maquiagem:

  • Coleção Mega Impact da linha Ultra Color Rich: o Duo de Sombras e o Delineador para Olhos (Lançamento Campanha 6)
  • Batom Shine Revolution (lançado este ano)

Veja abaixo ilustração do folheto da Campanha 6 (as cores que escolhi estão marcadas com uma flecha): Shine Revolution Néctar, Duo de Sombras Azul (composta por um tom Azul Jeans Escuro e Cinza Médio) e Delineador Azul (é um tom de Azul Petróleo bem lindo).



As embalagens são bem bonitas, num estilo minimalista que adoro, vejam:



Seguem as fotos do teste: fiz uma maquiagem simples, ou seja, apliquei as duas sombras, primeiro a cinza, depois a azul e reaplique levemente a cinza, depois apliquei o lápis e dei uma leve esfumada. Detalhe: não preparei a pele, passei tudo direto (tamanha era a curiosidade!). No outro olho apliquei somente o lápis para vocês verem bem como fica.O batom apliquei primeiro ele sozinho, depois limpei, apliquei um lápis de boca num tom avermelhado e apliquei o Shine Nectar por cima (gostei mais).

Como não preparei a pele, precisei de bastante produto para o efeito desejado. O toque das sombras é levemente aveludado e possui um brilho bonito, sem exagero.

O lápis delineador é fantástico, não precisa apertar para passar, tem uma cor bem intensa e duradoura.

Acima, Shine Revolution Batom Gloss cor Néctar, ele tem o gloss por fora e o batom por dentro. Fica um efeito de brilho hidratante.

Com o lápis de boca por baixo o efeito fica melhor, pelo menos nessa cor que escolhi, que é uma cor suave, cor de boca rosado como chamamos.

É isso meninas. Pretendo pedir para minha maquiadora Dê Santos, do blog Love Makeup, fazer uma maquiagem bem especial em mim com esses produtos, aí mostramos para vocês. Mas uma coisa é certa, quero todas as outras cores da linha! E pretendo testar o batom da linha Mega Impact: o Ultra Color Rich Mega Impact Batom FPS15 e também mostrarei para vocês.
Caso queiram que eu teste algum produto Avon que vocês pretendem comprar, mas querem ver antes, me avisem, ok. Se quiserem encomendar comigo, segue meu e-mail: tai.olisantos@gmail.com que aí mando o folheto virtual para vocês.

24 de fevereiro de 2012

Oscar 2012 - Melhor Figurino

Domingo tem mais uma entrega do Oscar ao melhor do cinema e todos estamos curiosos para ver os vencedores, claro.
O blog MN! lista aqui os indicados a Melhor Figurino. Façam suas apostas, quem vai sair ganhando nesta categoria na opinião de vocês?
Clique nos quadros para vê-los maior, vale a pena!

Filme: Anônimo (Anonymous)
Alemanha/Reino Unido - 2011
Diretor: Roland Emmerich
Figurinista: Lisy Christl
Drama de época, ambientado no século XVI , conta a especulação histórica de que talvez as obras de Shakespeare fossem na verdade de autoria do Conde de Oxford Edward de Vere, tudo isso ocorrendo na época  tumultuada do reinado de Elizabeth I.





Filme: O Artista (The Artist)
França - 2012
Diretor: Michel Hazanavicius
Figurinista: Mark Bridges
Comédia romântica ambientado nos Anos 20, conta a história de um ator do Cinema Mudo preocupado com o futuro de sua carreira com o advento do Cinema falado. O filme é em preto e branco.









A Invenção de Hugo Cabret (Hugo)
EUA - 2012
Diretor: Martin Scorsese
Figurinista: Sandy Powel
Aventura ambientada nos Anos 30, conta a história de um menino órfão que conhece uma menina e juntos vivem aventuras, mistérios e descobrimentos com chaves, robôs, trens.








Filme: Jane Eyre
EUA/Reino Unido - 2011
Diretor: Cary Fukunaga
Figurinista: Michael O'Connor
Drama romântico ambientado no século XIX, do aclamado romance homônimo de Charlotte Brontë, conta a história de uma governanta que se apaixona por seu chefe grosseiro e que, no dia do casamento, descobre que o mesmo guarda um segredo sombrio.






Filme: W.E. - O Romance do Século
Reino Unido - 2012
Diretora: Madonna
Figurinista: Arianne Phillips
Romance que conta duas histórias de amor vividas em duas épocas diferentes, uma na época do Rei Edward VIII e outra atual.







Ano passado lembram quem ganhou o estatueta de Melhor Figurino? Foi Coleen Atwood em Alice no País das Maravilhas, aliás beeeem merecido.

E aí, quem vocês acham que ganha este ano?

Fonte: Omelete, Interfilmes, AdoroCinema 

23 de fevereiro de 2012

No momento só dá ele!

Paulo Barros, esse é o nome no momento, *carnavalesco da Escola de Samba carioca campeã de 2012, Unidos da Tijuca. Conhecido por modernizar e inovar em seus desfiles e por suas alegorias-vivas (onde integrantes perfeitamente coreografados fazem a beleza do carro), foi muitas vezes incompreendido, acusado no ano de passado de "hollywoodizar" o carnaval, mas esse ano nada de críticas, só louvores!


*Carnavalesco é o estilista/designer/figurinista/artista-plástico da escola, aquele que decide como será apresentado o enredo (tema) do desfile; através das fantasias e alegorias ele vai contar a história do tema escolhido; ele decide as cores, os materiais, fiscaliza acabamentos, divide as alas através de setores, entre  tantas outras coisas mais que o carnavalesco faz.

Mas quem é Paulo Barros?

Imagem: Wikipédia
Nascido Paulo Roberto Barros Braga, em 14 de maio de 1962, no município de Nilópolis, região metropolitana do Rio de Janeiro. Começou sua carreira no Carnaval na escola Vizinha Faladeira (Grupo de Acesso B) em 1994, já conquistando o vice-campeonato com o enredo "Sou Rei sou Rainha na Corte da Vizinha". Passou por outras escolas dos grupos de acesso A e B, chegando ao grupo Especial em 2004, na Unidos da Tijuca, conquistando mais uma vez o vice-campeonato com o enredo "O Sonho da Criação e a Criação do Sonho: a Arte da Ciência no Tempo do Impossível", onde arrasou com o carro DNA que trazia pessoas pintadas de azul movimentando-se de forma a representar a cadeia DNA. O campeonato veio com a escola Estácio de Sá (no Grupo de Acesso A), em 2006, com o enredo "Quem é você?", muito aclamado pela crítica e público. Também campeão em 2010, com a Unidos da Tijuca, com o enredo "É segredo", causando furor no carnaval daquele ano. Foi nesse desfile que Paulo Barros arrasou com uma Comissão de Frente em que os 15 integrantes trocavam de roupa 6 vezes numa rapidez eletrizante e surpreendente!
Em 2006, conquistou apenas o sexto lugar com a Tijuca, mas trouxe muitas inovações à passarela do samba, como o Carro Alegórico em forma de Gramofone gigante que se transformava numa bela orquestra, ou o carro Fuscão Preto, com vários fuscas empilhados. Em 2007 Paulo inovou mais uma vez, na escola Viradouro, colocando a Bateria em um Carro Alegórico em forma de Tabuleiro de Xadrez. E quem não lembra da Comissão de Frente do ano passado na Unidos da Tijuca, em que os integrantes "tiravam" as cabeças?

Alegoria DNA, Unidos da Tijuca 2004: vice-campeã
Fotos: divulgação

Estácio de Sá 2006: campeã
Fotos: divulgação

Alegoria Tabuleiro de Xadrez que levou a Bateria da Escola Viradouro em 2007
Foto: divulgação

Unidos da Tijuca 2006
Fotos: divulgação

Unidos da Tijuca 2010: campeã
Fotos: divulgação

Unidos da Tijuca 2011: vice-campeã
Fotos: divulgação
E agora, mais uma vez campeão com a Tijuca, no enredo "O Dia em Que Toda a Realeza Desembarcou na Avenida para Coroar o Rei Luiz do Sertão", numa homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga e ao sertão nordestino, Paulo Barros encantou com a beleza e perfeição das fantasias, o mix de cores terrosas que lembram o sertão com cores cítricas ou com preto e branco, uma Comissão de Frente INCRÍVEL e carros alegóricos de uma criatividade e originalidade indiscutíveis. Será que ele supera ano que vem essa comissão de frente das sanfonas? Quem duvida não conhece Paulo Barros! Veja fotos do desfile deste ano, com a Comissão de Frente Sanfona, Mestre-Sala e Porta-Bandeiras em cores terrosas, muitos tons de amarelo e laranja nas fantasias, branco e preto para simbolizar a tribo de lampião em uma ala (diferente!), e o Carro de Barro, onde os integrantes estavam com roupas e com a cara toda pintada na cor argila (repare no óculos branco desses integrantes, que criavam um efeito bem diferente na composição).

 
Fotos: divulgação

Parabéns Tijuca! Parabéns Paulo Barros!


Fontes: L'Enfant Le Terrible, Wikipédia, Flogão, O Batuque, UOL, R7, Veja.

15 de fevereiro de 2012

A Semana 22 comemora 90 anos


A Semana 22, mais conhecida como Semana de Arte Moderna ocorreu a exatos 90 anos, entre os dias 13 e 17 de fevereiro de 1922, em São Paulo, no Teatro Municipal, uma época de grande turbulência política, social, cultural e econômica por todo o país.

Capa do Catálogo da Exposição, por Di Cavalcanti e Cartaz do último dia da Semana 22, de autor desconhecido
A Semana foi um encontro de artistas da época que estavam em busca de uma liberdade de expressão, idéias libertárias e nacionalistas, liberdade criadora, a busca da ruptura com o passado, experimentações, culminando no fim do Parnasianismo e início do Modernismo. Cada dia era dedicado a um tema: dia 13 foi pintura e escultura, dia 15 poesia e dia 17 literatura e música.
Alguns destaques da semana:
- o surgimento da poesia declamada, antes só escrita;
- a música por meio de concertos, antes só haviam cantores sem acompanhamento de orquestra sinfônica;
- a arte plástica exibida em telas, esculturas e maquetes de arquitetura, com desenhos arrojados e modernos.

Na época, a Semana de Arte não teve muita importância, a qual foi ganhando ao longo do tempo, pois os integrantes não possuíam um único ideário em comum, e sim vários, culminando posteriormente em diversos movimentos conhecidos, como o Movimento Antropofágico, o Movimento Pau-Brasil e mais adiante (na década de 70) o Tropicalismo e a Lira Paulista, que receberam influência do Modernismo da década de 20.

Participantes da Semana 22: 
pintura e desenho: Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Zina Aita, Vicente do Rego Monteiro, Ferrignac (Inácio da Costa Ferreira), Yan de Almeida Prado, John Graz, Alberto Martins Ribeiro e Oswaldo Goeldi; (Tarsila do Amaral estava em Paris durante a semana, por isso não participou)
escultura: Víctor Brecheret, Hildegardo Leão Velloso e Wilhelm Haarberg;
projetos de arquitetura: Antonio Garcia Moya e Georg Przyrembel;
literatura: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Plínio Salgado, Menotti Del Pichia, Sérgio Milliet, Guilherme de Almeida, Ronald de Carvalho, Álvaro Moreira, Renato de Almeida e Ribeiro Couto;
música: Heitor Villa-Lobos, Guiomar Novais, Ernâni Braga e Frutuoso Viana.

Mário de Andrade (primeiro no alto a esquerda) e outros modernistas em 1922
Foto: A Imagem de Mário, Editora Alumbramento

A mulheres no Modernismo, da esquerda para a direita:
Pagu, Elsie Lessa, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Eugênia Álvaro Moreira
Foto: Acervo Dedoc- Nova Cultura
O momento mais tumultuado da semana foi quando Ronald de Carvalho declama o poema Os Sapos de Manuel Bandeira (que critica o Parnasianismo e seus adeptos), onde o público começa a fazer barulho a fim de atrapalhar a leitura. Neste mesmo dia, Menotti Del Pichia fez uma palestra sobre a arte estética, apresentando novos nomes de escritores e artistas, e nesse momento o público começa a vaiar e fazer barulhos como miar, relinchar, latir, formando uma imensa algazarra. Nos demais dias, tudo ocorreu com menos tumulto, somente quando, no último dia, Villa-Lobos entra de casaca com um sapato num pé e chinelo no outro, devido a um calo, mas o público interpretou como uma atitude futurista e atrevida, quase como um insulto... coisas de povo!

Algumas obras Modernistas:

Abaporu, Tarsila do Amaral, 1928
óleo sobre tela, 85 x 73cm, 

A estudante russa, Anita Malfatti, 1915
óleo sobre tela, 76 x 61cm

A mulher, Vicente do Rego Monteiro
Samba, Di Cavalcanti, 1925
óleo sobre tela, 177 x 154cm


14 de fevereiro de 2012

É hora de cair na folia

Então, está chegando mais um Carnaval: blocos de rua, bailinhos, desfiles, trio elétrico e por aí vai.
Para quem gosta da festa, sempre tem boas opções de folia. Mas sempre temos aquela dúvida: e a fantasia? Mandar fazer, alugar, improvisar??? Bom tudo depende de seu estado de espírito (e do estado de seu bolso!).
Opções de aluguel não faltam. Idéias para mandar fazer também não. E para quem não pode ou não quer gastar com fantasia, mas também não quer cair na folia com a roupa do dia-a-dia, como faz??? (Ninguém merece a fantasia do lençol com furinhos né, affff!!!!)


O blog MN! te dá a dica!
Customizar e incrementar roupas comuns, com pouco dinheiro e muita criatividade é a saída de mestre nessas ocasiões. Busquei algumas idéias bacanas para compartilhar com vocês... idéias legais, baratas e simples, para quem não pode perder tempo e dinheiro, mas não quer perder a farra. Confira.

Peças que são fáceis de customizar: a boa e velha camiseta básica, regata básica, vestido de corte reto e soltinho, jeans velho.


Fitas, flores, laços e penduricalhos
Aplicar a mão, costurando ou colando, vários penduricalhos, sempre exagerando bastante, afinal é Carnaval. As imagens a seguir servem de referência, mas sugiro incrementar mais, por exemplo: a idéia dessa regata azul aí embaixo, com um lacinho no canto, imagine vários desses laços por toda a peça. Ou então a outra regata com mega laço preso nas costas, imagine esse laço em uma fita de cetim, ou várias fitas coloridas e brilhosas. Mas a que adorei mesmo foi a idéia da moça ali que aplicou fitas de fita cassete pela camiseta.


Brilho, brilho, muito brilho
Paetês, glitter, cristais termocolantes, camutilhos, rebites, tudo vale. Os que são de colar são obviamente os mais fáceis de aplicar (há adesivos que você cola com ferro por exemplo). Vale riscos, salpicados, desenhos aleatórios, mas se você é um bom desenhista, arrisque desenhar uma máscara de carnaval com lantejoulas por exemplo. Mas, como falei, existem desenhos prontos para colar e sair por aí se exibindo. #Ficaadica: caveiras estão em alta.


Pinturas e manchas
Para quem adora um trabalho manual com tintas, a hora é agora. Para os desenhistas e grafiteiros de mão cheia, extravasem. Mas também valem as manchas, os respingos, os borrões e etcs. Dê sua camiseta e vários tubos de tinta de tecido ao seu sobrinho de dois anos e pronto, você terá uma obra de arte carnavalesca de dar inveja a qualquer um!



Corte, recorte, rasgado
Adoramos!!!! Rasgar e cortar peças velhas e transformá-las em looks incríveis é coisa quem o pessoal fashion mais ama. Não poupe criatividade, afinal aqui sim você não vai gastar absolutamente nada. #Dica: franjas estão na moda novamente.


Jeans
Sabe aquelas coisas bizarras e esquisitas que você vê por aí quando o assunto é customização de jeans? Pois então, hora de por tudo em prática. Sério, vai por mim, sem medo. O negócio é se divertir, quanto mais humor você colocar aqui, melhor. E olha, tem cada idéia maluca que você nem imagina!


Misture duas ou mais idéias dessas no mesmo look e pronto, você pode cair na folia no maior estilo, com uma fantasia única, só sua e bem divertida.

Materiais: (você encontra esses artigos por preços variados, de R$1,00 a R$10,00 em livrarias, armarinhos e lojas de artigos para artesanato e artes)
- tintas para tecido (fosca, metálica ou com glitter), as melhores são da marca Acrilex; tem as que você aplica com pincel, mas também tem tubinhos com bico que você aplica direto, além da caneta que é super prática;
- glitter solto que você usa com cola transparente para tecido
- cola para tecido, para emendar sem ter que costurar; existe uma especial para jeans
- apliques de strass, paetês, canutilhos, rebites, passamanarias... existem os que você costura ou os termocolantes; mas sempre existe a opção de colar com cola-quente ou cola para tecido, afinal nesse caso não precisa fazer algo que dure para sempre, é só por um dia mesmo.







Sites com idéias bacanas e simples, com passo-a-passo (clique nos títulos para acessar):
Customizando
Bem Simples
http://www.youtube.com/watch?v=Ngq3miF574M
Arte Brasil

Inspire-se e caia na folia!!!!!! Bom Carnaval a todos! Ah, juízo hein, o momento é pra festejar, pular, cantar, sambar, rir... mas voltar inteiro depois tá!

Imagens: reprodução